coleção

Jorge ben

Balança a Pema, balança sem parar. Arrasta as sandálias, arrasta até gastar. Pois quando você sambalança, sambalança o meu coração também. Ele sambalança certinho, juntinho com o seu vai e vem.